3.4.13

A Grande Diferença

Algumas pessoas pensam
outras pessoas choram
Algumas pensam e choram

Algumas pessoas dançam
outras pessoas cansam
Algumas sentam e oram

Muitas pessoas trabalham
outras tantas acabam
Algumas pessoas imploram

Há pessoas que pensam
dançam, cantam e choram
sentam, trabalham e oram

Há pessoas que andam e não andam
que moram, não moram e transitam
que buscam tudo e na noite encostam

Há pessoas que procuram solução
para os problemas do coração
E há pessoas que o exploram
em cada sístole e cada expansão

Há pessoas que vivem de desejos
outras vivem de satisfazê-los
Há as que entendem esta diferença
e que vivem da verdade intensa

Mas há pessoas descaradas que ignoram
e doentias anunciam a sua sentença

2 comentários:

  1. Este poema me lembrou a canção-poema Uns, de Caetano veloso, do disco de mesmo nome...

    ResponderExcluir
  2. Faz sentido. Com a diferença de "Uns" não polarizar tanto, mas se juntar os pedaços, talvez... É honra a referência. Bons tempos do Mano Caetano.

    ResponderExcluir